Pix transferência entre bancos diferentes – Aprenda como realizar

Para realizar um Pix transferência entre bancos diferentes é muito fácil, é necessário somente:

O Pix é um meio de pagamento instantâneo realizado de forma online e gratuita, disponível para qualquer usuário que se cadastrar, disponível por 24 horas e todos os dias da semana. Seu funcionamento deu início em novembro de 2020, pelo Banco Central (BC). 

Para usufruir do serviço, o usuário deve possuir um celular com rede de internet e conta em alguma instituição financeira, realizando o cadastro da chave Pix, que pode ser o número do telefone, e-mail, CPF ou CNPJ ou chave aleatória, de acordo com a melhor chave Pix para cada situação.

Além de realizar e receber pagamentos de forma rápida e prática, o Pix também dispõe de serviços complementares como a possibilidade de enviar transferências bancárias de bancos distintos. 

Confira o passo a passo para realizar o Pix por meio do aplicativo RecargaPay:

  1. 1 – Baixe o aplicativo

    Inicialmente, é fundamental instalar o aplicativo RecargaPay clicando na imagem que fica logo abaixo.

    ]

  2. 2 – Clique em “Pix com cartão”

    Dentro do aplicativo, logo na tela inicial, clique na opção de “Pix com cartão de crédito” para iniciar o seu pagamento.

  3. 3 – Insira a chave Pix

    Para identificar o recebedor, é fundamental selecionar a chave Pix que deseja utilizar para receber os seus pagamentos.

  4. 4 – Determine as informações do pagamento

    Em seguida, determine todas as informações do pagamento que você deseja realizar e a quantidade de parcelas.

  5. 5 – Verifique o seu comprovante

    Por fim, é necessário somente enviar o seu pagamento e receber o comprovante.

💲PIX Copia e Cola na Prática! Chave aleatória.

Como fazer um Pix para outro banco com cartão de crédito? 

O Pix também permite que o usuário realize pagamentos para outros bancos por meio do seu cartão de crédito e no aplicativo do RecargaPay também é possível fazer o serviço. Veja como é fácil:

  • Baixe o aplicativo RecargaPay
  • Na tela inicial do seu app vá em Enviar Pix
  • Digite a chave Pix que deseja fazer o pagamento 
  • Em seguida, na opção Pagamento, selecione a opção Pagar com cartão de crédito
  • Insira os dados do cartão e selecione o número de parcelas que deseja
  • Confirme a transação e pronto, pagamento realizado! 

A vantagem de realizar o Pix com o cartão de crédito é não precisar usar o saldo da sua conta bancária, além de ter um prazo maior para pagamento podendo até parcelar as compras. O RecargaPay permite parcelar em até 12x dependendo do valor do pagamento e, o melhor de tudo, você nem precisa ter uma conta bancária. 

Outro benefício do Pix Parcelado com cartão de crédito é que a taxa é uma das menores do mercado, de apenas 3,99% e para usuários do Prime+ a taxa é apenas 3,49%. 

Dessa forma, dentre as opções de bancos e carteiras digitais que oferecem o Pix, o RecargaPay conta com a menor taxa de todas as instituições, além de aceitar o pagamento utilizando qualquer bandeira que cartão que você desejar.

Existe alguma taxa para realizar uma transferência Pix entre bancos diferentes?

Uma das vantagens do pagamento no Pix é a gratuidade do serviço não cobrando taxas de pessoa física para realizar transferência para outros bancos diferentes do seu. 

Entretanto, segundo o Banco Central, algumas instituições cobram taxas de pessoas jurídicas para usar o serviço, que variam de 0,69% a 1,45%.

Como fazer uma transferência PIX de um banco para outro

Quanto eu posso enviar pelo Pix de um banco para outro?

Quando o Pix foi lançado não havia limites de transferências em qualquer dia e horário da semana, mas com a frequência de aplicação de golpes, o Banco Central estipulou algumas regras.

Durante o período diurno, os limites do Pix podem variar conforme a regra de cada banco, mas é permitido valores maiores de R$ 20 mil. Já no período noturno, entre 20h às 6h, só é permitido fazer transações de até R$ 1 mil. 

É importante verificar as regras da sua instituição financeira que costumam limitar os valores em dias e horários por motivos de segurança. É possível solicitar o aumento do seu limite de Pix diário, basta entrar em contato com sua instituição fazendo a solicitação e o retorno é de até 24 horas.

Contudo, você deve se atentar ao horário do Pix, já que entre as 20:00 e 06:00, por questões de segurança, todos os pagamento são limitados em até R$ 1.000

Banco Central altera regras sobre limites do PIX

Para quais bancos eu posso enviar um Pix?

O Pix tem sido a transação de pagamentos e transferências preferida dos brasileiros e cerca de 54% da população no país já utilizam o serviço. O Pix para bancos diferentes é uma prática comum e a maioria das instituições financeiras do mercado autorizam o serviço.

Vale lembrar tambem que caso você não queira compartilhar nem mesmo a instituição bancaria, é possivel realizar um Pix Anônimo para esconder todos os seus dados.

Alternativas para transferir entre bancos diferentes

As principais formas de fazer pagamentos e transferências além do Pix são o DOC e TED. Antes da chegada do Pix essas eram as opções mais utilizadas pelos usuários.

O TED permite a transferência online ou direto no caixa para contas iguais ou distintas, permitindo valores maiores e, geralmente, o dinheiro cai na conta no mesmo dia caso a transação seja feita até às 17h.

O DOC já limita o valor enviado ou recebido podendo ser de até R$ 4.499,99 e geralmente só cai no próximo dia útil ou na data agendada. 

TED

Antes da chegada do Pix, um dos tipos de transferências bancárias mais conhecidas e utilizadas é o TED (Transferência Eletrônica Disponível). O serviço existe desde 2002 e os valores permitidos podem variar conforme cada instituição.

O TED possibilita valores maiores, além de ser conhecido por ser uma transferência rápida e segura. Para fazer a transação é necessário os dados bancários do recebedor (nome completo, CPF e número de agência e conta bancária). 

As taxas do TED variam entre R$ 8 a 11,00 e o serviço não é cobrado caso a transação seja do mesmo banco que o seu. 

DOC

Outra modalidade de transferência bancária muito conhecida é o DOC (Documento de Crédito) e uma das diferenças dele para o TED é que o serviço impõe limites de transferências não sendo permitido valores maiores que R$ 4.499,99. Outra característica é que no DOC o dinheiro não costuma cair no mesmo dia, mas no dia útil seguinte ou na data agendada. 

Para fazer a transação também é necessário ter os dados completos do recebedor e as taxas variam entre R$ 8,00 podendo chegar até R$ 17,00, dependendo do horário e se for realizado no atendimento presencial.

Conclusão

Com a chegada do Pix, desde 2020, essa tem sido a opção mais viável e usada pelos brasileiros para fazer e receber pagamentos, principalmente pela agilidade e gratuidade no serviço.

Outra opção é poder fazer o Pix usando seu cartão de crédito podendo parcelar em até 12 vezes e no aplicativo do RecargaPay você consegue usar o serviço de forma prática e com as menores taxas do mercado.

É recomendado que você saiba as regras que sua instituição financeira usa para o serviço, como limites de envios diários e taxas adicionais. Para quem ainda utiliza as opções de TED ou DOC, lembre-se dos prazos de recebimento do serviço e dos valores permitidos para a transferência.