6 passos para fazer pix com cartão de crédito no RecargaPay

Para transformar limite do cartão em Pix, é necessário ter:

  • Um app de pagamento: é necessário baixar um aplicativo de banco ou carteira digital que permita Pix no crédito
  • Uma Chave Pix cadastrada: qualquer chave (CPF, e-mail, telefone, etc.) serve para esse propósito.
  • Um cartão de crédito com limite: seu cartão de crédito precisa estar cadastrado no app de pagamento

Depois de reunir tudo isso, basta seguir o tutorial abaixo para usar o limite do cartão para fazer Pix e parcelar em até 12x. No tutorial, usaremos o Pix com cartão do RecargaPay como exemplo, mas você pode usar outro app que tenha essa função.

  1. Baixe o aplicativo

    Para transformar limite do cartão em Pix, é necessário um aplicativo de banco ou pagamento com essa função. Neste tutorial, vamos usar o RecargaPay, que está disponível em todas as lojas virtuais de aplicativos.

  2. Faça o seu login ou cadastro

    Quem já tiver uma conta no RecargaPay só precisará fazer o login. Já quem não tem conta, precisará se cadastrar seguindo o passo a passo do aplicativo e inserir um cartão de crédito. A conta fica ativa na hora.

  3. Clique em “Pix com Cartão”

    Na página inicial do app, o usuário deve clicar em “Pix com Cartãoe, em seguida, escolher se fará a transferência com a chave Pix de quem vai receber o dinheiro ou com seus dados bancários.

  4. Informe os dados de quem vai receber e o valor

    Em seguida, o usuário deve informar os dados de quem vai receber a transferência (seja a Chave Pix, sejam os dados bancários) e inserir o valor que vai enviar com o Pix no cartão.

  5. Escolha o cartão e o parcelamento

    O próximo passo é escolher por qual cartão quer fazer o Pix (caso haja mais de um cadastrado no RecargaPay) e as opções de parcelamento. O RecargaPay permite parcelar em 12x com juros.

  6. Revise e confirme

    Por fim, o usuário deve revisar todas as informações, os valores a transferir, o destinatário e as taxas. Se estiver tudo correto, basta confirmar a operação para transformar limite do cartão em Pix.

Caso ainda haja alguma dúvida, o vídeo abaixo mostra na prática como fazer Pix no cartão de crédito com o RecargaPay:

Fazer PIX com CARTÃO DE CRÉDITO em até 12x ILIMITADO

Qual a diferença entre o Pix normal, transformar o limite do cartão em Pix e o cartão de crédito normal?

Qual a diferença entre o Pix normal, transformar o limite do cartão em Pix e o cartão de crédito normal?

O Pix normal é a operação que você já conhece: o dinheiro sai da sua conta e vai para a conta do recebedor em questão de segundos. Ou seja, é necessário ter o dinheiro na conta, o pagamento é feito com seu saldo e cai na hora.

Comprar no cartão de crédito também não é mistério: a operadora do cartão faz o “pagamento” considerando seu saldo e o recebedor recebe assim que a operação é processada. Já você faz o pagamento das parcelas nas faturas mensais. Ou seja, não precisa ter dinheiro na conta, o pagamento é feito com o limite do cartão e você paga em parcelas.

Já fazer um Pix com cartão de crédito em até12X é combinar as duas mecânicas. Basicamente, você está fazendo um Pix: o dinheiro cai na hora para o recebedor. No entanto, em vez do valor sair da sua conta, sai do limite do cartão, como se fosse uma compra feita. Você pode parcelar e pagar conforme for mais conveniente.

Ou seja: não precisa ter dinheiro na conta, cai na hora para o recebedor e o pagamento é feito em parcelas.

Quais as vantagens de transformar limite do cartão em Pix?

Quais as vantagens de transformar limite do cartão em Pix?

As vantagens de transformar limite do cartão em Pix são as seguintes:

  • Parcelar transferências: o Pix é um sistema que permite transferir dinheiro instantaneamente para outra pessoa em qualquer banco, mas não permite parcelar essa transferência. Ao usar o saldo do cartão para fazer Pix, é possível manter todos os benefícios do sistema, mas com parcelas mensais.
  • Ganhar fôlego financeiro: o usuário ganha uma folga nas suas contas, pois só vai pagar o Pix na próxima fatura do cartão. Para quem recebe, continua igual: o pagamento cai na conta. Já para quem paga, é possível ganhar até 30 dias para fazer o pagamento da primeira parcela.
  • Transformar o Pix em milhas e pontos: transformar limite do cartão em Pix é, em outras palavras, pagar a transferência com o cartão. É tudo igual, mas em vez de pagar o Pix no saldo, o usuário paga no cartão. Portanto, todas as regras que afetam compras no cartão também agem aqui, incluindo gerando benefícios em sistemas de pontos e milhas.
  • Parcelar é mais barato: existe uma taxa para transformar limite do cartão em Pix parcelado. No entanto, a taxa é menor do que a de outras formas de parcelamento. Por isso, fica mais barato dividir aquela compra grande.
  • Ganhar cashback: em alguns apps, é possível ganhar cashback em transações feitas no cartão. Ao concentrar todos os seus Pix no cartão, você aumenta o retorno que vai receber.
  • Fazer compras maiores com desconto: lojistas oferecem compras à vista “com desconto”, pois retiram do preço as taxas de parcelamento tradicionais. Ao transformar limite do cartão em Pix, é possível aproveitar o desconto de comprar “à vista” e pagar menos no parcelamento, já que a taxa para essa operação é menor do que parcelar na loja.
  • Sacar limite do cartão: um dos grandes benefícios dessa operação é transformar limite do cartão em dinheiro. É possível fazer isso ao fazer um Pix com cartão para sua conta e, em seguida, fazer um Pix Saque em algum ponto autorizado.

Em resumo, transformar limite do cartão em Pix traz todos os benefícios de usar o sistema do Pix, mas com as vantagens de pagar pelo cartão. Para quem recebe, não muda nada: o dinheiro cai no mesmo momento, está disponível 24/7 e em qualquer banco. Já para quem paga, é como se fizesse uma compra normal com o cartão.

Por isso, não há qualquer desvantagem em usar limite do cartão com Pix. Essa é uma operação muito interessante e que, em breve, se tornará mais e mais popular.

Quanto do limite posso transformar em Pix?

Quanto do limite posso transformar em Pix?

Os limites do Pix feito no cartão de crédito são iguais aos limites do próprio cartão. Por exemplo, se o usuário tiver um cartão com saldo liberado de R$1.500, só poderá fazer Pix no cartão de até R$1.500. Afinal, o sistema envia o dinheiro pelo Pix, mas depois “desconta” no cartão como se fosse uma compra e, portanto, não pode ultrapassar o montante disponível.

Isso vale, também, para a quantidade de vezes em que vai transformar limite do cartão em Pix. Continuando nosso exemplo, se o usuário tiver saldo liberado de R$1.500, poderá fazer 10 Pix de R$150. No geral, pode fazer quantos Pix couberem dentro do limite autorizado.

Fora o limite do próprio cartão de crédito, ainda é preciso respeitar os limites do Pix tradicional, tanto no horário tradicional, quanto no horário noturno criado pelo Banco Central desenvolvido para reduzir crimes, que são:

  • Limite por dia: depende de cada aplicativo e banco
  • Limite noturno: até R$1.000 das 20h às 06h.
NOVO LIMITE DO PIX! AS NOVAS REGRAS DO PIX – BANCO CENTRAL MUDA O PIX POR SEGURANÇA!

Quais os juros ao usar limite do cartão para fazer Pix?

Quais os juros ao usar limite do cartão para fazer Pix?

Cada aplicativo de pagamento ou banco que oferece a oportunidade de transformar limite do cartão em Pix cobra uma taxa de juros específica, o que faz dessa uma maneira de fazer Pix um pouco mais cara. No RecargaPay, a taxa é de 3,99% no valor da transferência ou de 3,49% para clientes Prime+.

Outros aplicativos de pagamento, carteiras digitais e bancos podem cobrar taxas diferentes de juros. Afinal, os juros é a remuneração que cada empresa recebe pelo serviço e os valores variam de lugar para lugar.

O importante a ter em mente é que a taxa é maior do que 0 em todos os casos. No entanto, isso não significa que seja uma cobrança desvantajosa sempre. Como vimos acima, essa taxa é menor do que de empréstimos e métodos tradicionais de parcelamento.

Ou seja: pode ser mais barato aproveitar descontos de pagamentos à vista e transformar o saldo do cartão em Pix para parcelar. Na prática, você poupa dinheiro dessa forma!

Em quantas vezes posso parcelar o Pix usando o saldo do cartão?

Em quantas vezes posso parcelar o Pix usando o saldo do cartão?

A quantidade de parcelas para fazer o pagamento após transformar limite do cartão em Pix depende de aplicativo para aplicativo, conforme a tabela acima mostrou.

A norma do mercado é permitir o parcelamento em até 12x com juros. É o que fazem RecargaPay, Nubank, PicPay e Digio. No entanto, em outros aplicativos, como Ame Digital e 99Pay, dá para parcelar em 6x apenas.

Afinal, por não ser um recurso disponibilizado diretamente pelo Banco Central, cada empresa tem a liberdade de oferecer suas própria condições no uso do saldo do cartão para fazer Pix.

Outro ponto importante a entender sobre as condições de transformar limite do cartão em Pix é que nem todos os valores poderão ser parcelados por essa quantidade de vezes. Existem valores mínimos exigidos por cada aplicativo, o que pode reduzir o número de parcelas permitidas.

COMO PARCELAR O PIX EM 12 VEZES COM RECARGA PAY

Vale a pena transformar limite do cartão em Pix?

Vale a pena transformar limite do cartão em Pix?

Pesando as vantagens de usar o saldo do cartão para transformar em Pix em comparação com o custo da taxa dessa operação, chegamos à conclusão de que sim, vale a pena usar o Pix com cartão de crédito.

Essa operação é mais vantajosa a medida em que conseguimos adicionar mais benefícios dentro dela. Por exemplo, sempre que podemos concentrar campanhas de pontos, milhas e cashbacks no uso do cartão de crédito, vale a pena fazer o Pix dessa forma. Afinal, em muitas ocasiões, a porcentagem de cashback, pontos e milhas pode superar a taxa de juros e, assim, fazer com que você ganhe dinheiro.

Além disso, também é benéfico usar essa operação em situações de emergência ou quando não há saldo na conta agora, mas vai haver no futuro. Até para fazer compras vale a pena, já que o desconto de comprar à vista é maior do que a taxa do parcelamento do Pix no cartão.

Quais apps para usar o saldo do cartão para fazer Pix?

Quais apps para usar o saldo do cartão para fazer Pix?

Existem diversas empresas e apps que oferecem o Pix pelo saldo do cartão:

Considerando o recorde de mais de 73 milhões de transações em um único dia, é claro que existem muitos apps que permitem usar o Pix. No entanto, você não vai conseguir transformar limite do cartão em Pix em qualquer aplicativo ou banco.

Esse é um diferencial que algumas carteiras virtuais, bancos digitais e fintechs estão oferecendo para se diferenciar no mercado. Portanto, é importante pesquisar para saber se dá para usar o Pix com cartão no app em que a sua chave está registrada.

Muitos bancos, por exemplo, não oferecem essa possibilidade porque não são autorizados ou porque estão aguardando o lançamento do Pix Garantido pelo Banco Central. Quando isso acontecer, eles poderão parcelar transferências de Pix sem o uso de cartão de crédito, mas como uma operação de crédito (como um empréstimo).

O vídeo a seguir mostra o passo a passo para usar o Pix no cartão em alguns apps:

Como fazer PIX com CARTÃO DE CRÉDITO | PIX NO CRÉDITO | 4 APPS

Para escolher o melhor app para transformar limite do cartão em Pix, veja abaixo um comparativo dos juros de cada empresa feito pelo nosso site PagamentoContas, especialista em Pix:

AplicativoJurosParcelasNota PlayStore
RecargaPay3,49%*/3,99%até 12x4.8 ⭐️
Digio9,99%até 12x4.4 ⭐️
Ame Digital5,59%até 6x4.4 ⭐️
Nubanknão informadoaté 12x4.7 ⭐️
PicPay4,99%até 12x4.4 ⭐️
99Pay3,99%até 6x3.9 ⭐️

Posso pagar boleto com Pix com crédito?

Posso pagar boleto com Pix com crédito?

Sim, muitas empresas de serviços, como saneamento, energia elétrica, telefone e internet já permitem aos seus usuários pagarem seus boletos pelo Pix. O único requisito para a sua conta ser paga por meio do sistema do Banco Central é que tenha um código QR anexando uma chave pix em alguma parte da fatura.

Inclusive, é possível transformar limite do cartão de em Pix para pagar boletos no cartão de crédito com RecargaPay. Outros apps também permitem essa funcionalidade.

Pagar boletos no Pix com cartão de crédito é muito útil quando o vencimento do boleto chegou, mas o usuário não tem dinheiro na conta no momento. Também é útil no caso de quem acumula milhas e pontos, além de apps de cashback (como o RecargaPay).

O vídeo a seguir mostra como transformar limite do cartão em Pix para pagar boletos no RecargaPay:

Como PARCELAR um boleto no RECARGAPAY

Qual a diferença entre Pix, TED e DOC?

Qual a diferença entre Pix, TED e DOC?

A velocidade da operação, a disponibilidade e os custos.

No Pix, você pode fazer a transferência de qualquer conta para qualquer conta sem pagar absolutamente nada por isso e 24/7. Além disso, o dinheiro cai na mesma hora para o recebedor.

Já no TED e no DOC, existem custos quando a operação é feita entre bancos, ou seja, se você envia do banco Itaú para o Nubank, por exemplo. Isso sem falar que o TED é feito até às 17h e o DOC até às 22h.

Além disso, há diferenças no prazo da transferência também:

  • TED: se for feita antes das 17h, a transferência cai no mesmo dia
  • DOC: cai apenas no dia útil seguinte.
QUAL A DIFERENÇA ENTRE PIX, TED E DOC?

Conclusão

Transformar limite do cartão em Pix é, em minha opinião, uma vantagem importante em alguns contextos. Não é sempre que devemos usar essa ferramenta, mas nas situações certas, ela é muito vantajosa.

Minha recomendação é usar o Pix no cartão de crédito nos casos mencionados acima: quando não houver dinheiro na conta, quando o cashback compensar e quando houver sistema de pontos e milhas, além de quando o parcelamento online não existe ou não for vantajoso.

No entanto, vale a pena o aviso de sempre conferir as taxas do Pix no cartão para ver se realmente vale ou não a pena fazer a operação.

Deixe um comentário