Grupo de Pix de 1 real funciona? Saiba como evitar esse golpe

O golpe do grupo de Pix de 1 real não funciona e deve ser tratado com cuidado por ser um golpe. Conheça as principais regras de um grupo do tipo:

  • É preciso entrar em um grupo de Whatsapp
  • É necessário fazer um Pix de 1 real para todos os participantes
  • A pessoa precisa convidar mais pessoas para o grupo

O golpe do Pix de 1 real tem esse nome, mas também pode ser realizado com outras quantias menores (2 reais, 5 reais, 6 reais) porque eles possuem o mesmo sistema: uma pessoa cria um grupo de Whatsapp, convida mais pessoas para entrarem com uma única condição de realizar um Pix de 1 real e também dá a possibilidade delas convidarem mais pessoas, onde cada um pode receber um Pix.

Porém, os grupos do Whatsapp possuem um limite de pessoas e a última acaba sendo prejudicada por não ter a opção de convidar mais pessoas e ganhar dentro desse sistema de pirâmide. A pirâmide financeira é crime no Brasil passivo de prisão, de acordo com a Lei 1.521/51 que dispõe crimes contra a economia popular. 

Caso você caia em um golpe do grupo de Pix de 1 real, informe a polícia que a mesma irá encontrar maneiras de localizar os criminosos. 

Por que o grupo de Pix de 1 real é golpe?

O golpe do grupo de Pix de 1 real pode até parecer uma forma fácil de se ganhar dinheiro, entretanto, é uma prática similar à pirâmide financeira devido a forma que suas transferências acontecem. Primeiro, uma pessoa cria o grupo e convida outras a entrarem, com a condição de pagar um Pix de 1 real e a promessa de que podem ganhar até R$ 200 por semana. 

Porém, a pessoa que participa desse grupo pode estar envolvido com esquemas fraudulentos e correr o risco de ter os seus dados vazados, uma vez que em um processo de transferência de Pix da acesso ao nome completo, agência, conta e CPF. 

Devido as suas brechas e caráter fraudulento, o Banco Central alerta que essa é uma prática proibida e deve ser denunciada para a polícia para evitar que esses grupos continuem acontecendo.

Um dos fatores mais atrativos do golpe do grupo do Pix de 1 real é a promessa de dinheiro fácil, mas especialistas já alertaram sobre o fato de se tratar de um crime. Apesar de ser utilizado em golpes, você sabe o que é o Pix e como ele funciona?

O Pix conta com os mesmos protocolos de segurança do Sistema Financeiro Nacional que utilizamos em todas as transações bancárias atualmente, que também servem para TEDs e DOCs, de acordo com o Banco Central. 

O golpe do Pix tem tipos de golpes que podem ser aplicados de forma diferente. Entretanto, o golpe do grupo de Pix de 1 real se popularizou graças a grande divulgação que aconteceu nas redes sociais, como TikTok , Twitter, Instagram e Youtube. 

Caí no golpe do Pix de 1 real, o que fazer?

A primeira medida a se tomar caso você caia em um golpe de Pix de 1 real é entrar em contato com o Banco para tentar bloquear a transação ou recuperar o valor perdido. Após o contato, é importante registrar um Boletim de Ocorrência em alguma delegacia ou digitalmente no portal eletrônico que as delegacias disponibilizam.

Isso quer dizer que não é possível cancelar um Pix feito, mas você ganha a possibilidade de recuperar o dinheiro e, o mais rápido que você efetuar essa ação, maior será a probabilidade de recuperação. 

O Banco Central já possui um mecanismo que ajuda pessoas que fizeram o Pix errado ou caíram nesse tipo de golpe, se trata do Mecanismo Especial de Devolução (MED). O MED padroniza as regras e procedimentos para viabilizar a devolução do valor perdido. Para utilizar o serviço, você deve entrar em contato com a sua instituição bancária por meio do canal de atendimento. 

Infelizmente, existem casos de pessoas que já caíram no golpe do Pix e perderam grandes quantias. Uma maneira comum que criminosos utilizam é se passar por pessoas conhecidas da vítima, afirmando que está precisando de uma quantia. 

Outro tipo de golpe do Pix que ganhou visibilidade foi o tipo que induz as vítimas a baixarem aplicativos. Depois de instalados, esses aplicativos agem como um tipo de vírus e tomam controle do celular da pessoa, o que permite que os criminosos roubem todas as informações pessoais que estão salvas no aparelho.

Como evitar cair nesse e em outros golpes do Pix?

Existem formas que uma pessoa pode se prevenir de cair em golpes envolvendo o Pix, como:

  • Faça uso da chave aleatória Pix
  • Utilizar apenas o aplicativo oficial do banco utilizado
  • Evitar Wi-Fi públicos
  • Não informar a senha para estranhos ou links suspeitos
  • Ter cuidado com QR Codes falsos
  • Desconfiar de pedidos de Pix pelo Whatsapp
  • Usar verificação de duas etapas no Whatsapp
  • Não compartilhar dados pessoais

Ao utilizar o aplicativo oficial do banco, o único órgão que tem acesso as suas informações é o banco em si. Wi-Fi públicos devem ser evitados porque os usuários correm risco de invasões de hackers, que tem fácil acesso aos dados pessoais de quem está utilizando a rede. Já os links suspeitos e QR Codes falsos não devem ser clicados ou utilizados, não importa se parece ser algo muito interessante de ser acessado. 

Mais um ponto importante para manter os seus dados seguros, é utilizar a verificação de duas etapas no Whatsapp, que funciona como uma proteção extra para a sua rede e evita que hackers acessem os seus dados. Além disso, evite informar a sua senha, compartilhar dados pessoais em qualquer local e desconfie de pedidos de Pix pelo Whatsapp. Sempre ligue para a pessoa que está pedindo ou confirme a identidade dela de alguma forma.

Quando quiser pagar e receber, utilize a chave aleatória Pix, um dos meios de pagamento que protege os seus dados pessoais e é uma das maneiras mais seguras de transação do Pix atualmente, uma vez que um dos principais focos dos golpistas é obter os dados das vítimas.

Quanto mais a tecnologia avança, criminosos buscam novas formas de aplicar golpes. Atualmente, o golpe do link por SMS é um dos mais comuns. Nele, os criminosos enviam um link para a vítima informando um pagamento ou similar e, ao clicar, a pessoa tem os seus dados roubados.

Conclusão

Acredito que o Pix seja uma das formas de pagamento e recebimento mais confiáveis e garante um nível de avanço para a população. Entretanto, assim como em todas as outras formas de pagamento, ele também possui as suas brechas e as pessoas precisam estar alertas para os tipos de golpes do Pix que existem. 

É importante lembrar as formas de prevenção, principalmente a autenticação de dois fatores e evitar clicar em links suspeitos, além de não acreditar em promessas fáceis de dinheiro. 

 Por fim, não esqueça de procurar formas seguras para receber e realizar suas transações, como a chave aleatória Pix e se manter atualizado dos tipos de golpes que acontecem, o que já é um grande passo para evitar que você venha a ser vítima desse tipo de crime. 

Deixe um comentário