Como o Pix funciona? Veja todas as informações

O Pix funciona para:

  • Realizar transações em até 10 segundos
  • Garantir a segurança dos pagamentos
  • Fornecer acessibilidade para todos

O Pix é uma ferramenta de pagamento instantâneo que foi criada pelo Banco Central para facilitar as nossas transações financeiras. Para entender tudo sobre o Pix é necessário saber que ele permite realizar transferências em até 10 segundos.

Outra coisa é que pagar como Pix é uma das melhores formas de garantir segurança para os seus pagamentos. É tanto que essa ferramenta hoje conta com mais de 100 milhões de transações diárias

Para usufruir de todas essas vantagens é necessário apenas entender como funciona o Pix. Se você faz parte dos mais de 138 milhões de usuários do Pix, entenda como ele funciona e as suas principais vantagens que abordaremos ao decorrer do artigo de hoje.

Saiba como voce pode estar pagando ou recebendo valores de forma instantânea apenas com alguns cliques. Afinal, essa ferramenta é sinônimo de facilidade e economia de tempo para o dia a dia.

Quem pode utilizar o Pix?

Segundo o Banco Central, não existe nenhum tipo de restrição para quem deseja utilizar o Pix. Além disso, essa ferramenta de pagamento está disponível para todos que já possuem algum tipo de conta em seu nome.

Para usufruir do Pix é necessário cadastrar uma chave Pix em sua conta e começar a realizar as suas transações. O único impedimento que pode acontecer é ao abrir alguma conta, pois cada banco ou instituição financeira conta com as suas regras para aprovar a conta.

Sabendo como criar um Pix, é possível começar a pagar ou receber valores de forma instantânea. Além disso, essa ferramenta oferece outras funcionalidades como o agendamento de pagamentos que abordaremos mais à frente do artigo.

Como fazer um pagamento pelo Pix?

Atualmente o Pix conta com mais de 138 milhões de usuários e 100 milhões de transações cotidianas. Todo esse sucesso é explicado na forma de realizar pagamentos e receber valores em apenas alguns segundos. 

Por isso, se você ainda não sabe como fazer um Pix, basta apenas cadastrar uma chave Pix na sua conta de sua escolha e ter em mãos a chave do destinatário. Val destacar que esse é um procedimento simples, acompanhe como funciona no RecargaPay:

  • 1) Baixe o RecargaPay
  • 2) Cadastre a sua chave Pix
  • 3) Clique na opção “Fazer Pix”
  • 4) Digite a chave do destinatário, cole ou leia o QR Code
  • 5) Confira os dados 
  • 6) Digite o valor a ser enviado
  • 7) Confirme e pague!

Como você notou na lista que separamos de como fazer um Pix com o RecargaPay, existem algumas variações de pagamento no próprio Pix. Com essa ferramenta é possível enviar valores com o QR Code do destinatário que é como uma chave Pix codificada. 

Outra forma é enviar valores para o destinatário com sua chave Pix de CPF, número de celular, e-mail ou chave aleatória. Por fim, existe também o Pix Copia e Cola que é um versão de códigos alfanuméricos de 32 dígitos do Pix QR Code.

O Pix tem algum limite de valor?

Para a segurança dos usuários dessa modalidade de pagamento instantâneo, o Banco Central, responsável pelo Pix, determinou alguns limites. Dentre eles podemos abordar o limite de Pix por dia, o noturno e o mensal.  

No limite de Pix por dia, o usuário pode movimentar até R$20.000,00 em quantos Pix precisar, desde que o valor não seja excedido. Já para o limite mensal, o BC determinou um total de até R$ 40.000,00.

Por fim, temos o limite noturno que é de R$ 1.000,00 como padrão em bancos, instituições financeiras e carteiras digitais que trabalham com o Pix. No entanto, é possível solicitar aumento desses valores entrando em contato com o banco responsável. 

Dessa forma o seu pedido será avaliado no mínimo em até 24h para a mudança ser ou não processada. Por isso, é importante entrar em contato caso deseje alterar, pois as 100 milhões de transações obedecem a esses limites.

É possível fazer um Pix com cartão de crédito?

Apesar de essa não ser uma função criada pelo Banco Central, responsável pelo Pix, é possível transformar o limite do cartão de crédito em Pix. Alguns bancos digitais e instituições financeiras e também o RecargaPay já disponibilizam essa opção para os seus clientes.

No RecargaPay basta cadastrar um cartão de crédito de sua escolha e com limite para fazer Pix parcelado em suas faturas. Outros bancos já disponibilizam a opção no próprio cartão já na aba do Pix para facilitar ainda mais. 

No entanto, para saber as vantagens e desvantagens do Pix com cartão de crédito é necessário analisar as taxas de juros. No RecargaPay por exemplo, os usuários pagam 3,49% como Prime +. Já em outros bancos essas taxas do Pix com cartão de crédito podem chegar a até 8,99%.

Para realizar o procedimento no RecargaPay é simples, basta seguir os seguintes passos que separamos. 

  • 1) Acesse o RecargaPay
  • 2) Cadastre um cartão de crédito
  • 3) Abra a área Pix
  • 4) Clique em “Enviar Pix”
  • 5) Digite a chave do destinatário
  • 6) Escolha o valor
  • 7) Selecione o cartão de crédito como forma de pagamento
  • 8) Escolha a quantidade de parcelas e confira os juros
  • 9) Clique em “Enviar” e pronto!

O Pix é seguro?

Sim, o Pix é seguro e constantemente passa por atualizações em seu sistema para tornar as transações ainda mais seguras. Uma das principais proteções dele é o Mecanismos Especial de Devolução do Banco Central. Com ele é possível recuperar o valor enviado em caso de erros.

O MED também pode ser usado para evitar os golpes do Pix que são comuns e tem feito diversas vítimas. Caso o usuário realize um Pix e perceba que foi vítima de um golpe, ou quando há envios em cenas suspeitas de fraudes, esse machismo pode ser acionado.

Qual o horário do Pix?

As transações podem ser feitas a qualquer horário pois não existem limites de tempo. Os únicos limites nas novas regras anunciadas são para os valores em determinados horários como a noite, o total de valor manipulado no dia e no mês.

Anteriormente abordamos detalhadamente esses limites. No geral não existe um horário Pix. Os usuários podem manipular valores 24h para melhor gerir suas finanças conforme as suas rotinas.

Faça os seus pagamentos até mesmo de madrugada, e o mesmo se aplica para receber valores em sua conta. Portanto, fique atento somente ao limites de valores que podem ser enviados.

O Pix tem taxa?

Alguns bancos realizam a cobrança de taxas de contas PJ que manipulam valores no Pix pois o banco central permite essa ação. No entanto, aqui no RecargaPay, contas jurídicas e contas de pessoas físicas não pagam taxa no Pix para enviar ou receber valores.

Nem no Pix com QR Code é preciso pagar taxas. Ainda sim, a única taxa existente no aplicativo se aplica ao Pix com cartão de crédito que é de 3,49% para o Prime+. Mas valores manipulados com o saldo da sua carteira estão isentos de taxas e juros.

Além disso, os usuários dessa carteira digital têm acesso a cashback, seguro Pix e diversos outros benefícios. Traga a sua chave Pix para o RecargaPay e fique isento de taxas com o Pix com a melhor carteira digital.

Conclusão

Ao decorrer do conteúdo explicamos como funciona o Pix e as suas principais informações para os usuários dessa ferramenta de pagamento instantânea. Apresentamos também os seus limites de valores diário, mensal e noturno determinado pelo Banco Central.

Recomendamos sempre utilizar o Mecanismo Especial de Devolução MED para evitar prejuízos diante os golpes do Pix. Assim será possível solicitar o estorno quando as transações forem resultados de golpes.

Avisamos que os usuários do RecargaPay com conta PJ não pagam nenhum tipo de taxa para enviar ou receber valores na nossa carteira digital. Não perca tempo e traga a sua chave Pix para cá!